Rabiscos

rosa

Hoje eu aprendi a viver sem você. Finalmente. Depois de muitas lágrimas e noites insones, hoje, eu sei viver sem você. Ainda sinto sua falta, não nego,mas a necessidade de te ter por perto não mais existe. Agora é momento de olhar para mim. Te quero bem, muito bem. Na verdade, ainda te quero, mas não te preciso.
A distância me ensinou a te querer e não te ter, e hoje me sinto bem apenas em saber que és feliz, mesmo não sendo eu quem te faz sorrir. Hoje me sinto bem, amanhã eu não sei, não planejei. Vivi de passado por tanto tempo, que esqueci o conceito de futuro. Agora, quero viver o presente, me (re)descobrir sem você; estou (re)aprendendo a caminhar sozinha, confesso, não é fácil, mas é preciso. É hora de me reinventar. Do futuro eu não sei, é inconstante, incerto. Mas hoje, talvez só por hoje, eu sei viver sem você…