Onze:20

Onze:20

Então, estava zapeando pelo Youtube pesquisando bandas legais, afim de atualizar meu MP3 – estava precisando – e encontrei a ONZE:20. Bastou apertar o play para eu poder viciar no som deles. Tem exatamente o que eu gosto: Rock e Reggae (o.O)’. Sim, reggae, embora não pareça eu gosto.

A banda é formada por VictorMarlos, Lulu, Fábio, Athos e Chris. Eles são mineiros porém, hoje, residem em São Paulo. Tem o estilo definido como RootsRockReggae, que é uma mistura do Rock, com a levada envolvente do Reggae e as melodias marcantes do Pop, mostrando assim a identidade e diversidade musical da banda.

O som deles é totalmente viciante. Impossível escutar uma vez e não pedir bis. Sério. Experimenta. Tem músicas animadas pra levantar o astral e tem músicas com uma sonoridade mais calma, pra se apaixonar (ou chorar as mágoas). Recentemente, eles lançaram o primeiro CD, chamado ”A Nossa Barraca”. Vale muito a pena escutar o CD. Inteiro. Começaram a fazer sucesso há pouco. E com certeza, tem muito mais pela frente. Se você também não conhecia, já estão apresentados. Agora é só dar o play.

Meu Lugar

 

Deixo Você Ir – part. Projota

 

Não Vai Voltar

 

Diz Pra Mim

 

E ai? Gostou? Se quiser ouvir mais é só entrar no canal oficial. Caso queira saber um pouco mais sobre a banda, acessem o site oficial.

Beijos,

Maiara

Draw My Life

Voltei 😀 Depois de duas semanas de provas intermináveis e trabalhos quase impossíveis, finalmente um tempinho, bem ‘inho’ mesmo, pra viver. Enfim, tá rolando uma onda no Youtube chamada Draw My Life, onde a pessoa desenha e narra momentos importantes da própria vida, como o próprio nome já diz.

Até ai, tudo bem. Vivemos num mundo onde, no futuro, qualquer pessoa vai ter direito a quinze minutos de privacidade. É super normal ter sua vida narrada, exposta no Youtube. Acontece que alguém (por alguém lê-se: Bruno Felix do TvBaína, Gui Toledo do GuiToledoVideos, Luciano Andrade e Braian Rizzo) teve a brilhante ideia de fazer o Draw my life de Eduardo e Mônica, clássico do Legião Urbana, que marcou a década de 80. Trazendo o casal mais amado da musica brasileira para a nossa realidade contemporânea e bastante Nerd.

Se eles tivessem se conhecido hoje, seria mais ou menos assim:

Beijos,

Maiara

Vondelpark

Vondelpark

Em uma das minhas andanças pelo You tube, acabei topando com uma banda que me pareceu bastante simpática à primeira vista. E à segunda, terceira… É a banda inglesa Vondelpark. O trio que desfruta, bebe de fontes similares às de James Blake, tem um som… minimalista, eu diria, baseada em meus poucos conhecimentos musicais, e arranjos etéreos. Coisa de outro mundo. Muito bom.

O grupo já tem duas musicas de se seu disco de estreia divulgadas, e é fácil perceber que o grupo tem influências do indie rock britânico, só que com mais guitarras contidas. Adoro!

O álbum de estreia da banda, Seabed, tem data e lançamento marcada para o dia 2 de abril, mas o Vondelpark resolveu liberar seu ‘debut’ na plataforma da Pitchfork. Assim, é possível ouvir as 10 faias do primeiro álbum da banda antes do lançamento oficial.

Um pouquinho do som deles. E se quiser acompanhar o Vondelpark, é só seguir no SoundCloud, na fanpage e no site oficial.

Beijos,

Maiara